Tudo o que o coração me disser!

terça-feira, 10 de abril de 2012

Carta aberta…


Senhores velhos com idade para serem promovidos a múmias e já com os chispes para a cova,

É com enorme motivação que vos venho pedir para que me deixem em paz na rua.
Não, não estou interessada no vosso carro topo de gama, nem na vossa conta bancaria. Escusam de me mandar aquele sorriso de placa amarela e o assobio em que se ouve a prótese a bater no palato, que não me convencem a fazer essa obra de caridade.
Aproveitem o tempo disponível para irem comprar fraldas descartáveis e babetes, e parem de chatear a cornadura…
Muito agradecida pela atenção.
Poison




*Não, eu não provoco velhinhos na rua. Não, eu não ando de decotes e mini saia na rua a provocar ataques cardíacos. Não, não sou a Susana da Casa do Segredos.

5 comentários:

Jedi Master Atomic disse...

looooooooooool

Não andas a provocar, mas és poison para os velhos :P

guess disse...

Coitados, os velhotes olham durante mais tempo, porque vêem mal e não sabem se estão a passar por uma desconhecida, ou se foi a filha que voltou de França.

*Nightwish* disse...

Odeio quando isso me acontece... Olho para o lado e faço de conta que não me apercebi de nada, para não mandar uma resposta bem feia.
Bjs*

Ritinha disse...

Eu adoro ver os velhinhos no parque a passear... E se vejo algum velhinho triste eu própria fico triste... Mas se há coisa que me mete nojo, é velhotes babosos e depravados!

mary disse...

ahaha a imagem é o melhor do post!