Tudo o que o coração me disser!

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Privacidade tecnológica…

Das situações mais irritantes que me podem acontecer é, estar sentada a fazer qualquer coisa no computador e sentir que existe alguém que esta “empoleirado” no meu ombro a observar o que estou a fazer.
Confesso que não lido bem com isto.
Onde fica o respeito pela privacidade do outro? É que o mais natural é estar a fazer algo de cariz privado, é que por sinal o computador até é meu, logo é o meu espaço. E se eu estiver a escrever um texto privado, a elaborar um trabalho que não quero divulgar, a falar com alguém e não quero revelar a conversa…
Presume-se logo à partida que “se te conheço, posso ter esse tipo de liberdade para contigo”. Não, não podes.
Depois ainda há aqueles de sensibilidade mais rebuscada, que não se limitam a observar discretamente, ainda lêem em voz alta para poderem partilhar o acontecimento.
Mas este tipo de atitude começa a ser automática e sem qualquer limitações a ninguém. Qualquer pessoa com quem se tenha trocado mais de duas palavras se sente no direito de o fazer. Muitas vezes espreitam o ecrã do computador bem antes de proferirem um “Bom Dia”.
Paralelamente a esta situação, existem aquelas que não se inibem de pegar em papeladas que estão pousadas, sem sequer lhes ocorrer que podem ser de cariz privado ou simplesmente que não o devem fazer sem pedirem primeiro.
Cada vez fico mais descrente em relação à educação das pessoas, parecem cada vez menos respeitar a privacidade dos que os rodeiam.

Imagem retirada da Internet

9 comentários:

Ritinha disse...

Fico do mais aborrecida quando isso me acontece!

Paper disse...

É um situação bastante irritante, e o pior é em alguns casos, se fizeres a pergunta com um tom bastante arrogante, "Vais mesmo ficar ai?" e mesmo assim a pessoa não percebe que o que tu realmente queres dizer é," sai dai antes que leves 4 bofetadas". :)

BlackRaven disse...

Está muito em voga a estampagem de T-shirts com frases semi-inteligentes :D... Tenho uma perfeita para o caso e recomendo :
"PROCURA-SE ***** PRIVACIDADE"
Algo do género estampado nas costas da dita e pode ser que em vez de olharem para onde nao devem, se sensibilizem para esta grande necessidade... Privacidade.
Por norma é a minha santa mãe que tem esse mau hábito. Se me apanha a falar com alguem, especialmente do sexo feminino, mete o nariz (literalmente ja que eu deixo de ver o monitor) onde não é chamada... e lá vem a pergunta. "Quem é essa moça tão linda..?" e eu com os nervos respondo : " É a tua nora...." :D
Simples e eficaz lol Mas odeio que me façam isso.. E agora vai a frase que eu adoro. "A tua liberdade termina onde começa a minha..."
Noutras palavras... Desampara-me a loja, sim?!!!

Patrícia disse...

Haha é verdade! E depois são aqueles momentos em que fico dez minutos com o Google aberto, sem fazer nada, a olhar para o pc haha

guess disse...

Passo-me completamente com essa merda.
Nem em casa admito que me façam isso. Alço logo a pata e dou um coice, seja a quem for.
Quem faz isso não tem educação e, como tal, não tem o direito de exigir que seja educado.

Zizy disse...

Sofro do mesmo!! E no meu caso, a pessoa em causa pára atrás do meu ombro, espreita e ainda tem a lata de comentar!! rrsssss...

Poison disse...

#Ritinha
eu fico pior do que aborrecida, mas as vezes tenho mesmo de comer e calar!

#Paper
ahahaha
Sempre com as chapadas prontas!
Há que não veja mal nenhum nisso, porque adora mostrar o que está a fazer à procura de bajulação!

#BlackRaven
A ideia da t-shirt não está mal, ou de uma etiqueta para o computador... Vou pensar nisso ;)

#Patrícia
Eu não tenho essa calma, digo logo que é privado.

#Guess
é esse o espírito, lutar pela privacidade. Eu também não sou muito simpática neste tipo de situações.

#Zizy
também existe esse género, que não só viola a privacidade dos outros como ainda tem a lata de comentar sem perguntarem nada!

Amelie disse...

Como te percebo -.-

Poison disse...

#Amelie
é das coisas mais irritantes que se pode fazer! :)