Tudo o que o coração me disser!

sábado, 3 de dezembro de 2011

Buzino-dependente #1

Relativamente a este post, e depois de todos os conselhos para me auto-controlar, decidi fazer uma desintoxicação da utilização da buzina do meu carro!
Sendo assim:
Eu sou a Poison, tenho a buzina em bom estado à 72 horas e já não buzino à cerca de 48 horas....

Agora digam lá. PARABÉNS POISON!!!!!

Imagem retirada da Internet

8 comentários:

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...traigo
sangre
de
la
tarde
herida
en
la
mano
y
una
vela
de
mi
corazón
para
invitarte
y
darte
este
alma
que
viene
para
compartir
contigo
tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


COMPARTIENDO ILUSION
POISON

CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...




ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE HÁLITO DESAYUNO CON DIAMANTES TIFÓN PULP FICTION, ESTALLIDO MAMMA MIA, TOQUE DE CANELA ,STAR WARS,

José
Ramón...

Mim disse...

Faz uma terapia de choque. Vais até ao Alentejo, paras o carro num local ermo e metes a mão na buzina até ela começar a deitar fumo. lol

Quem raio é este gajo que anda a largar este copy/paste por toda a net?
Se tiver o asar de cair no meu blog, apago-o logo.

Poison disse...

MIM, comigo tem de ser uma desintoxicação mais lenta... e calmantes! lool
E no Alentejo não me da vontade de buzinar!!! ;)

Quando a pessoa acima, não sei quem seja! Se não incomodar, pode ficar...

Agostinho Barros disse...

adoreiii, a seguir, segues-me tambem?

Poison disse...

Agostinho Barros, obrigada :) já dei um saltinho ao teu blog, parabéns!

Ritinha disse...

ahahah... Espero que continues no bom caminho, parabéns pelas 48h :p

Gasper disse...

Ahaha parabéns pá! Sei o quanto é difícil.

Ju disse...

Acho muito bem :p, enerva-me imenso as pessoas que estão sempre a buzinar :/ eu não conduzo há muito tempo é verdade (um ano e tal...) e digo-te só utilizei a buzina duas vezes LOL: uma porque estava parada à espera que o senhor tirasse o bilhete do parque de estacionamento e este lembrou-se de começar a fazer marcha-atrás e outra porque um homem imbecil estava a andar no meio da estrada nas calmas como se nada se passa-se (a este admito que apitei umas 5 vezes de seguida!).